Sponsor Advertisement

Labels

Ads 468x60px

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Deathstroke no filme Batman? Video - oferta de Ben Affleck

São noticias como esta que nos fazem acabar bem o dia. Ben Affleck divulga video de teste do filme do Batman ou filmagem do filme de Justice League; é tudo ainda muito especulativo, mas é disto que nós geeks vivemos: teorias e especulação.












(desculpem as poucas mensagens, tenho tido muito trabalho, impede-me de vir aqui e fazer o que gosto)

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

O que é ser geek?


Um geek torna-se artista ou consume vorazmente entretenimento.
O que nos distingue do resto da população começa bem lá atrás, ainda em criança, por volta da altura que se deixa de acreditar no Pai Natal, quando tomamos consciência que magia não existe. Isso afecta-nos a todos de maneira diferente. Nós geeks percebemos que estamos pregados a viver num só mundo (este):  "Nasci demasiado cedo para explorar as estrelas e demasiado tarde para explorar o mundo".
Não me leve a mal, este mundo tem os seus encantos, o pôr do sol, o mar, as florestas, mas é fechado numa caixinha; um geek não se contenta com o que só existe.
Ser geek é tomar consciência que eu nunca vou ser o escolhido que um dia vai salvar o mundo, que nunca vou ser o capitão de uma nave espacial na galáxia ali ao lado, que nunca vou fazer parte de uma equipa com super-poderes. Sou só um figurante a picar o ponto das oito às cinco numa historia maior que eu, e nem sei quem é o ator principal.
Ser geek é encontrar no cinema um portal para realidades paralelas, é ter numa série de tv os melhores amigos, e é ser o herói, que sonhámos de olhos acordados, num video-jogo. É dizer obrigado por me mostrares isto, mas eu tenho um lugar melhor para estar.
Um geek torna-se pai e de repente há como reviver, ainda que pelos olhos de outro, a magia; porém, o relógio começa a contagem e também  ela, tua filha, vai um dia cair em consciência - pobre menina.
Onde está o meu sabre de luz ou a escola onde vou aprender feitiçaria? Geeks: crianças presas num corpo a envelhecer.



domingo, 7 de agosto de 2016

Batmobile na geek cave.

A geek cave (conhecida também como escritório) ficou mais rica ao ganhar esta replica do Batmobile de 1989.
Para um coleccionador de coisas que o ligam com o passado, como sou, mas que não pode comprar tudo o que quer, escolhi esta miniatura que já vinha a admirar à algum tempo. 
Linda, fica muito bem na minha prateleira de temática Batman. 

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Suicide Squad - criticas online.

Desde a sua pré-produção, este tem sido um dos meus filmes mais antecipados; o mais, aliás, de 2016. As razões são várias: gostei do filme de animação da Suicide Squad, é a primeira vez que vamos ver a Harley Quinn no grande ecrã, um novo actor por trás do sorriso do Joker.
Vou fazer isto como costumo, transmito a vocês o apanhado das criticas online (esta não é a minha opinião, ainda não o vi).


O Positivo: 

- Margoe Robbie esteve bem como Harley Quinn (uma amalgama das várias Harleys que tivemos ao longo dos anos, desde a divertida e apaixonada ajudante do Joker à sexy e independente Harley).

- Will Smith de volta à boa forma.

- A química e o trás para a frente entre os actores.

- O filme é divertido, no sentido que junta bem humor com acção.

O Negativo: 

- Existem problemas de narrativa, quer por excesso de simplicidade ou de ritmo (saltar entre flashbacks e o contemporâneo). Um trabalho lastimoso na edição.

- A actuação de Jered Leto, o novo Joker, peca por ser curta.

- Uma acção desmiolada, emprega pouco risco às personagens principais. 



Resumindo: Um filme divertido que aposta pouco no conteúdo. 


(fontes: Mr Sunday Movies; Jeremy Janhs; Jonh Campea; Chris Stukman; Beyond The Trailer) 

Tiago Dutra

A minha foto

Quantas vezes ouvi: "Já não tens idade para isso". E enquanto me tentava encaixar no que julgavam certo, largava o que era certo para mim, uma luz foi-se extinguindo. Foi só quando me aceitei por quem sou: um geek, que abracei a imaturidade dentro do meu corpo já adulto, é que me permiti ficar mais solto, ganhar liberdade, ser mais feliz. 
Eu gosto de comics, adoro cinema, aprecio arte de fantasia, adoro escrever, primeira paixão foi a TV, ainda vejo animação, gosto de historia: meus escapes. 
Ser geek não é usar óculos e ser franzino, esse é o estereotipo, ser geek é viver com paixão aquilo que gostamos; podemos todos ser geeks. 
Dar asas à minha imaginação e criatividade, ser eu mesmo,permitiu-me realizar sonhos: publiquei o livro “Terra Antiga o Duelo”; participei no livro “Contos ao Vento”. Minha primeira experiência na blogosfera: pensamento-indescoberto. Entrei nos Workshops de Pedro Chagas Freitas; tenho também um canal no youtube com o mesmo nome que este blogue.
Posso estar a envelhecer, mas enquanto me deixar ser imaturo, posso também, de uma maneira, ser jovem para sempre.

Geek Azores youtube (videos pessoais geek)
Geek azores blog (assuntos geek, escapes À realidade))