Sponsor Advertisement

Labels

Ads 468x60px

domingo, 22 de outubro de 2017

Luke Skywalker e o lado Negro - especulação do trailer episodio 8


Um Jedi é um instrumento da Força, ele faz a sua vontade. Mas aqui Luke parece estar a ir contra a vontade da Força; guiado pelo medo: "medo leva à raiva, raiva leva ao ódio, ódio leva a sofrimento". Desde criança que eu queria, e quero - desejo -, ver Luke no papel de um mestre. E agora, parece que é ele que não quer esse papel. Ele está mais perto do lado negro do que alguma vez esteve, mesmo quando enfrentou Darth Vader e Darth Sidious na Estrela da Morte. Ele sofre de um pós traumático; seu sobrinho traiu-o, destrui o tempo jedi e matou todos os outros jedis que Luke treinou.
"Eu vi esse tipo de força bruta antes, não me assustou então, mas assusta-me agora", aqui Luke parece estar a falar com Rey e a referir-se a Kylo Ren (um aprendiz dotado que não conseguiu controlar), ou pode estar a falar de Snoke (já se podem ter encontrado antes), ou até pode ser uma referencia à antiga trilogia, estar a falar de Darth Sidous e de como, na altura, enfrentou de frente alguém bem mais poderoso, mas que agora, mais velho, está receoso.
"Isto não vai acabar da maneira como pensas" Luke pode estar a falar com Rey e a alertar-lhe do perigo que será seguir o caminho da força, ou então é um flashback e está a falar com Kylo Ren quando atacou o tempo jedi: "Isto não vai acabar da maneira como pensas", referindo-se talvez à má decisão de Kylo embarcar pelo lado Negro.
"Eu só sei uma verdade, é tempo dos jedi acabarem": citação negra de um personagem que nos faz lembram esperança, determinação e luz. Luke pode simplesmente estar a abandonar tudo, virar as costas à responsabilidade, ou a delinear um outro caminho, o negro, ou dos grey jedi (um caminho que segue os dois lados).

0 comentários:

Enviar um comentário

Tiago Dutra

A minha foto

Quantas vezes ouvi: "Já não tens idade para isso". E enquanto me tentava encaixar no que julgavam certo, largava o que era certo para mim, uma luz foi-se extinguindo. Foi só quando me aceitei por quem sou: um geek, que abracei a imaturidade dentro do meu corpo já adulto, é que me permiti ficar mais solto, ganhar liberdade, ser mais feliz. 
Eu gosto de comics, adoro cinema, aprecio arte de fantasia, adoro escrever, primeira paixão foi a TV, ainda vejo animação, gosto de historia: meus escapes. 
Ser geek não é usar óculos e ser franzino, esse é o estereotipo, ser geek é viver com paixão aquilo que gostamos; podemos todos ser geeks. 
Dar asas à minha imaginação e criatividade, ser eu mesmo,permitiu-me realizar sonhos: publiquei o livro “Terra Antiga o Duelo”; participei no livro “Contos ao Vento”. Minha primeira experiência na blogosfera: pensamento-indescoberto. Entrei nos Workshops de Pedro Chagas Freitas; tenho também um canal no youtube com o mesmo nome que este blogue.
Posso estar a envelhecer, mas enquanto me deixar ser imaturo, posso também, de uma maneira, ser jovem para sempre.

Geek Azores youtube (videos pessoais geek)
Geek azores blog (assuntos geek, escapes À realidade))