Sponsor Advertisement

Labels

Ads 468x60px

domingo, 2 de outubro de 2016

STAR WARS REBELS, temporada 3 - CRÍTICA Geek Azores

A animação tem fãs adultos, acho que a minha geração e as posteriores nunca cresceram o suficiente para a largar. Esta é a minha critica a uma série que dá no Disney XD, mais propriamente  ao seu episódio (duplo) de abertura da terceira temporada.
A meu ver, a verdadeira magia desta série está nos seus episódios de abertura e fecho, é aí que eu vejo o meu Star Wars (a grande aventura, acção e historia bem contada que faz parte desta franchise).
É talvez nesta temporada que as personagens mais evoluíram, Ezra salta logo à vista, mais forte, mais focado, mais velho, mais severo. Tem um papel importante que mostra o duelo interior entre a luz e a escuridão. Kanan, de alma partida, pela perda da sua visão, tenta perceber o papel que a Força lhe tem destinado. Eu sei que Sabine também vai ter um arco importante esta temporada, mas isso ainda não teve lugar aqui. É bom voltar a ver Rex de volta à acção.
O episódio é bom, mas não tão bom como o inicio da segunda temporada, talvez porque o aparecimento de Darth Vader foi tão predominante e poderoso, e aqui Thrwan (grande esperança para manter ou até elevar a qualidade da série) tenha sido guardado para dosear por toda a temporada.
Esta temporada tem o potencial para ser a melhor de todas, os heróis estão estabelecidos e ainda a evoluir, e temos um punhado dos melhores vilões da historia de Star Wars (Vader, Maul e Thrwan).

0 comentários:

Enviar um comentário

Tiago Dutra

A minha foto

Quantas vezes ouvi: "Já não tens idade para isso". E enquanto me tentava encaixar no que julgavam certo, largava o que era certo para mim, uma luz foi-se extinguindo. Foi só quando me aceitei por quem sou: um geek, que abracei a imaturidade dentro do meu corpo já adulto, é que me permiti ficar mais solto, ganhar liberdade, ser mais feliz. 
Eu gosto de comics, adoro cinema, aprecio arte de fantasia, adoro escrever, primeira paixão foi a TV, ainda vejo animação, gosto de historia: meus escapes. 
Ser geek não é usar óculos e ser franzino, esse é o estereotipo, ser geek é viver com paixão aquilo que gostamos; podemos todos ser geeks. 
Dar asas à minha imaginação e criatividade, ser eu mesmo,permitiu-me realizar sonhos: publiquei o livro “Terra Antiga o Duelo”; participei no livro “Contos ao Vento”. Minha primeira experiência na blogosfera: pensamento-indescoberto. Entrei nos Workshops de Pedro Chagas Freitas; tenho também um canal no youtube com o mesmo nome que este blogue.
Posso estar a envelhecer, mas enquanto me deixar ser imaturo, posso também, de uma maneira, ser jovem para sempre.

Geek Azores youtube (videos pessoais geek)
Geek azores blog (assuntos geek, escapes À realidade))