Sponsor Advertisement

Labels

Ads 468x60px

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Transformers The Last Knight - CRITICAS online

E aqui vamos nós. Outra vez. Pela quinta vez. 
Saudações, geeks por esse mundo fora. Ok, então, para os que não sabem, eu normalmente ponho aqui as criticas da internet sobre os filmes que mais me interessam (um apanhado das criticas), ou seja, sobre super-heróis, ficção cientifica, fantasia; basicamente tudo aquilo que me cativa. Estes deixaram de ser filmes que me cativam, mas mesmo assim vou colocar aqui a opinião da Internet.


O Positivo

- A acção. Michael Bay sabe realizar acção, tem imaginação, vai buscar ângulos que nunca vimos.

- É um filme que volta a usar o que de melhor os efeitos especiais gerados a computador conseguem.



O Negativo

- Um enredo, ou falta dele, alargado por demasiado tempo. Alguns apontam que não há historia, outros para um excesso de complicação. Seja como for, os críticos parecem se perder na narrativa.

- As actuações, aqui e ali uns bons momentos, no geral são muito fracas.

- Michael Bay, conhecido como o realizador das explosões, por deixar a câmara deambular demasiado tempo nos corpos das suas atraentes actrizes, o homem da camara lenta, volta a repetir todo o mesmo. Bay tornou-se quase uma sátira de si mesmo.

- Escolhas de realização estranhas entre Imax e câmara normal.

- Para um filme chamado: Transformers, passa demasiado tempo com os humanos.


Em suma: Mais do mesmo. O que o torna o pior de todos pela repetição.

0 comentários:

Enviar um comentário

Tiago Dutra

A minha foto

Quantas vezes ouvi: "Já não tens idade para isso". E enquanto me tentava encaixar no que julgavam certo, largava o que era certo para mim, uma luz foi-se extinguindo. Foi só quando me aceitei por quem sou: um geek, que abracei a imaturidade dentro do meu corpo já adulto, é que me permiti ficar mais solto, ganhar liberdade, ser mais feliz. 
Eu gosto de comics, adoro cinema, aprecio arte de fantasia, adoro escrever, primeira paixão foi a TV, ainda vejo animação, gosto de historia: meus escapes. 
Ser geek não é usar óculos e ser franzino, esse é o estereotipo, ser geek é viver com paixão aquilo que gostamos; podemos todos ser geeks. 
Dar asas à minha imaginação e criatividade, ser eu mesmo,permitiu-me realizar sonhos: publiquei o livro “Terra Antiga o Duelo”; participei no livro “Contos ao Vento”. Minha primeira experiência na blogosfera: pensamento-indescoberto. Entrei nos Workshops de Pedro Chagas Freitas; tenho também um canal no youtube com o mesmo nome que este blogue.
Posso estar a envelhecer, mas enquanto me deixar ser imaturo, posso também, de uma maneira, ser jovem para sempre.

Geek Azores youtube (videos pessoais geek)
Geek azores blog (assuntos geek, escapes À realidade))