Sponsor Advertisement

Labels

Ads 468x60px

quinta-feira, 3 de março de 2016

CAÇA FANTASMAS 2016 - pior do que eu pensava.

Por momentos, antes de clicar no video, ainda tive uma esperança (faça com que eu esteja enganado, faça com que isto seja um bom filme), mas dez segundos depois e a porcaria que saiu daquele fantasma pareceu-me mais limpa que o resto do trailer. No próprio youtube alguém comenta: "por mais que goste da ideia um elenco todo feminino, gosto mais da ideia de uma boa equipa de argumentistas", é exactamente o que eu penso, eu e mais de mil que clicaram gosto no comentário. Este vídeo fez-me mal, cuspiu na minha infância.
Ok, vamos lá analizar esta atrocidade: logo à partida o fantasma no começo tem piores efeitos especiais que o dos anos 80. Como pode isso ser possível? Deus. E depois aquela piada que só me arrancou caretas, dizer que o vomito entrou em todo o lado, em todas as rachas; que péssima piada, que péssima escrita - horrível. A exposição das personagens é igualmente má, não lhes serve mostrar que são inteligentes e cientistas, têm de o dizer. E numa de estereótipos, a rapariga negra é só uma cidadã comum.
Resumindo, o enredo é pobre, má escrita, efeitos especiais que parecem saídos de um filme Casper ou Scooby Doo.
Isto não é um reboot, nem uma continuação (de um modo tradicional), isto nem devia existir.

0 comentários:

Enviar um comentário

Tiago Dutra

A minha foto

Quantas vezes ouvi: "Já não tens idade para isso". E enquanto me tentava encaixar no que julgavam certo, largava o que era certo para mim, uma luz foi-se extinguindo. Foi só quando me aceitei por quem sou: um geek, que abracei a imaturidade dentro do meu corpo já adulto, é que me permiti ficar mais solto, ganhar liberdade, ser mais feliz. 
Eu gosto de comics, adoro cinema, aprecio arte de fantasia, adoro escrever, primeira paixão foi a TV, ainda vejo animação, gosto de historia: meus escapes. 
Ser geek não é usar óculos e ser franzino, esse é o estereotipo, ser geek é viver com paixão aquilo que gostamos; podemos todos ser geeks. 
Dar asas à minha imaginação e criatividade, ser eu mesmo,permitiu-me realizar sonhos: publiquei o livro “Terra Antiga o Duelo”; participei no livro “Contos ao Vento”. Minha primeira experiência na blogosfera: pensamento-indescoberto. Entrei nos Workshops de Pedro Chagas Freitas; tenho também um canal no youtube com o mesmo nome que este blogue.
Posso estar a envelhecer, mas enquanto me deixar ser imaturo, posso também, de uma maneira, ser jovem para sempre.

Geek Azores youtube (videos pessoais geek)
Geek azores blog (assuntos geek, escapes À realidade))