Sponsor Advertisement

Labels

Ads 468x60px

quinta-feira, 31 de março de 2016

Justive League Vs Teen Titans - Critica, Geek Azores

Depois de uma ameaça sobrenatural que compromete a Justice League, cabe aos Titans salvar o mundo.
Esta é a continuação directa dos filmes: Justice League War; Justice League Throne of Atlantis; Son of Batman; Batman VS Robin; Batman Bad Blood.
Damian Wayne (Robin) é o protagonista aqui, como na maioria dos filmes em que entrou, mas o arco da sua historia é, no meu entender, mais bem executado do que nos seus filmes anteriores. Ele começa como um rapaz irreverente que não sabe receber ordens nem quer trabalhar em equipa, para acabar como um Titan. O choque entre a sua personalidade e a dos Titans, mais amistosos, resulta muito bem, há a preocupação na construção de personagens  - o que foi pobremente executado, por exemplo, em Throne of Atlantis. Existe em Damian muito de Bruce Wayne, seu pai, a tristeza, a solidão, a exigência consigo e, acima de tudo, a preparação inata para qualquer eventualidade.
A acção está ao nível do bom que a animação DC já nos ofereceu, todos os heróis têm o seu momento de brilhar, à excepção de Nightwing que fez só uma espécie de Cameo no filme, ele tem, no entanto, uma cena divertida com a Starfire. Tinha gostado de ver outros personagens em falta (Aquaman, Shazam, Green Lantern), mas num filme super-lotado assim, compreende-se.
Trigon pode não ser o vilão mais carismático, mas é uma ameaça adequada e poderosa o sufeciente para criar sérias dificuldades à equipa de heróis com poderes quase divinos, aliás, às duas equipas.
Vemos um pouco do Romance de Superman com Wonder Woman (desenvolvida nos comics dos Novos 52), uma quebra da rotina Clark e Lois Lane, refrescante e muito interessante - a tal construção de personagens.
Foi otimo ver ambas tecnologias de Cyborg e Blue Beetle a lutar lado a lado. Foi otimo ver Superman dar o seu tudo e ainda assim sentir dificuldades. Beast Boy não só nos dá a variedade do seu poder como oferece o alívio cómico.
Nota interessante: Rosario Dawson (Wonder Woman) e Jonh Bernthal (Trigon) da série do Netflix: Daredevil oferecem as suas vozes neste filme - um bónus.
Justice League VS Teen Titains é um filme bem construído (enredo, personagens, acção), mas não se demarca dos outros, muitos, bons filmes de animação da DC, é preciso ser-se otimo para se estar entre os melhores, o seu unico pecado é ser só um filme bom. A DC pôs a fasquia muito alta ( The Flashpoint Paradox; Batman Under the Red Hood, etc).

Nota: 7/10

2 comentários:

Tiago Dutra

A minha foto

Quantas vezes ouvi: "Já não tens idade para isso". E enquanto me tentava encaixar no que julgavam certo, largava o que era certo para mim, uma luz foi-se extinguindo. Foi só quando me aceitei por quem sou: um geek, que abracei a imaturidade dentro do meu corpo já adulto, é que me permiti ficar mais solto, ganhar liberdade, ser mais feliz. 
Eu gosto de comics, adoro cinema, aprecio arte de fantasia, adoro escrever, primeira paixão foi a TV, ainda vejo animação, gosto de historia: meus escapes. 
Ser geek não é usar óculos e ser franzino, esse é o estereotipo, ser geek é viver com paixão aquilo que gostamos; podemos todos ser geeks. 
Dar asas à minha imaginação e criatividade, ser eu mesmo,permitiu-me realizar sonhos: publiquei o livro “Terra Antiga o Duelo”; participei no livro “Contos ao Vento”. Minha primeira experiência na blogosfera: pensamento-indescoberto. Entrei nos Workshops de Pedro Chagas Freitas; tenho também um canal no youtube com o mesmo nome que este blogue.
Posso estar a envelhecer, mas enquanto me deixar ser imaturo, posso também, de uma maneira, ser jovem para sempre.

Geek Azores youtube (videos pessoais geek)
Geek azores blog (assuntos geek, escapes À realidade))