Sponsor Advertisement

Labels

Ads 468x60px

quarta-feira, 11 de maio de 2016

X-Men Apocalypse - as criticas

Um filme que tem ficado na sombra de Batman V Superman e Captain America Civil War tem agora a sua oportunidade de brilhar sozinho. Antes mesmo de estrear, já existem criticas e não são consensuais, mas vou tentar fazê-las valer aqui em baixo, dividindo, como costumo, entre o positivo e o negativo:

Positivo: 

- O filme tem bom entretenimento e explora uma vertente não muito linear ao habitual filme de super-heróis, refrescante para alguns críticos.

- A relação entre Magneto e Xavier, o choque das filosofias, continua, sem surpresa, a ser um dos pontos altos deste tipo de filmes. Os actores que os interpretam dão outra vez as melhores interpretações.

- Jeniffer Lawrence (Mystique), que muitos fãs se preocupavam de não ir desempenhar bem o seu papel, cumpriu adequadamente.

- Apocalypse, apesar de não ser um dos melhores vilões de sempre, cumpriu e não foi nem de perto tão mau como se chegou a temer.

- Quicksilver volta a roubar a melhor cena.


Negativo:

- O filme não é tão bom como Days of Future Past (criticamente aclamado como um dos melhores do franchise). Porque não, depois de ver um bom filme, querer que a sequela seja, ao menos, ao mesmo nível?

-  Demasiadas personagens, demasiados sub-enredos, um enredo principal pouco coeso - o filme é longo e sente-se que é longo. Onde é que eu já vi isto este ano?

- A coerência da linha do tempo entre todos os filme X-Men, ao contrário do universo cinematográfico da Marvel, tem falhas, é notório, quase que já se pode atirar porta fora.

2 comentários:

  1. Tens razão. Gostei deste filme, Magneto e Xavier, como de costume, estavam exemplares, e Mercúrio realmente roubou a cena ao menos duas vezes. Contudo, a coerência em relação à linha do texto e caracterização de alguns personagens mais jovens (como Ciclope) estava terrível. Infelizmente, porque fora isto, foi um ótimo filme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente que isto das criticas (os posts) estejam a resultar.

      Eliminar

Tiago Dutra

A minha foto

Quantas vezes ouvi: "Já não tens idade para isso". E enquanto me tentava encaixar no que julgavam certo, largava o que era certo para mim, uma luz foi-se extinguindo. Foi só quando me aceitei por quem sou: um geek, que abracei a imaturidade dentro do meu corpo já adulto, é que me permiti ficar mais solto, ganhar liberdade, ser mais feliz. 
Eu gosto de comics, adoro cinema, aprecio arte de fantasia, adoro escrever, primeira paixão foi a TV, ainda vejo animação, gosto de historia: meus escapes. 
Ser geek não é usar óculos e ser franzino, esse é o estereotipo, ser geek é viver com paixão aquilo que gostamos; podemos todos ser geeks. 
Dar asas à minha imaginação e criatividade, ser eu mesmo,permitiu-me realizar sonhos: publiquei o livro “Terra Antiga o Duelo”; participei no livro “Contos ao Vento”. Minha primeira experiência na blogosfera: pensamento-indescoberto. Entrei nos Workshops de Pedro Chagas Freitas; tenho também um canal no youtube com o mesmo nome que este blogue.
Posso estar a envelhecer, mas enquanto me deixar ser imaturo, posso também, de uma maneira, ser jovem para sempre.

Geek Azores youtube (videos pessoais geek)
Geek azores blog (assuntos geek, escapes À realidade))